music


sexta-feira, 29 de junho de 2018

News baby, news

Olá


Subi na balança, o peso que vi me surpreendeu.... 54kg. Como eu não sei.

Entretanto o que esse número significa? Quase nada, sigo detestando meu corpo.

Uma parte de mim quer seguindo perdendo peso, outra nem tanto, talvez este aspecto do meu T.A tenha se modificado, o número na balança parou de ser o mais importante, a alimentação em si é o problema. O controle e o descontrole acompanham meu estado de saúde mental, que não é nem um pouco equilibrado.

Quando eu restrinjo, o que significa essa negação de comida a mim mesma? Quando tenho compulsão, o que realmente estou comendo? Qual é minha fome, na realidade?

...............................................

PS: Minha menstruação está atrasada, agora fica saber se é porque eu to estressada e cheia de problema, falta de nutrientes, ou possibilidade de estar gravida? Transei, mas usei camisinha, só que não estou tomando anticoncepcional..... então....

Tenho que respirar fundo, pois se tem uma coisa que não desejo e tenho muito medo é gravidez, não tenho a minima vontade de ser mãe, só de pensar já me desespero.

PS2: Consegui atendimento gratuito em uma universidade, vou começar terapia semana que vem, faz muito tempo que quero/preciso, mas como não tenho grana .... muitas esperanças nesta  terapia


Beijss

sábado, 16 de junho de 2018

Take me home now?

Ola


Estou cansada e triste, estou cansada e triste  faz muito tempo e provavelmente seguirei triste e cansada.
Sinto raiva e me sinto sozinha, sinto raiva pois estou sozinha e não quero precisar de ninguém, a presença das pessoas significa que quando elas partirem eu vou sentir falta delas e algo é certo elas vão partir. Por um motivo ou outro.
Nada em mim pode mante-las aqui e eu não quero prender ninguém, desejaria somente importar o suficiente, queria ser amada, não romanticamente, mas sim amada por ser eu, por ser alguém que a ausência é sentida.
Vivi uma infância e adolescência inteira convencida que deveria alterar a mim mesma e me tornar alguém merecedora de amor, cheguei na vida adulta e percebi que tarde que todos nós achamos em algum nível que não recebemos amor, atenção, importância que precisamos ou merecemos.
Pensei que deveria ser perfeita e ser perfeita era alcançar uma série de coisas que jugava importante, controlar meu peso e minha comida era uma tentativa de controlar um mundo caótico de sentimentos e pensamentos, me privar de alimento expressava um desejo de sumir lentamente e dolorasamente de uma existência que considerava insuportável, viver no meu corpo.

Essa semana olhei no espelho e não reconheci meu corpo, estava estranho a mim mesma, como se não me pertencesse. Magra ou gorda? Simplesmente não sei, o número na balança não significa muita coisa e não posso confiar nos meus olhos. Porque ainda importa? Como disse, estou cansada.

Beijss

quinta-feira, 14 de junho de 2018

feedback

Olá


Esse será  um post rápido, as ultimas semanas foram bem conturbadas e cheia de afazeres, estou em final de semestre da faculdade e trabalhos e provas me tomam todo o tempo.
Me pesei o número da balança não me deixou feliz, mas também não fiquei triste. Porém cada dia que passa fico achando meu corpo mais e mais estranho, mas talvez isso seja material para outro post.
Tinha ficado umas semanas comendo bem pouco, agora estou me alimentando mais "normal", preciso de energia essa semana e também não quero perder peso muito rápido porque como estou sem exercício físico percebi  flacidez.
Bom, isso é tudo


Beijss

quarta-feira, 30 de maio de 2018

The weather here is overcast


Ola

O desejo e a intenção de ser perfeita sempre consumiu boa parte dos meus pensamentos e ações, e  embora, racionalmente eu saiba que a perfeição seja inalcançável  eu continua desejando-a. 
Para mim eu serei sempre insuficiente, em todos os aspectos. Por dentro sinto uma aversão de mim mesma, a culpa é constante não importa o que eu faça. 
Ao me auto destruir eu destruo outras pessoas e isso não é mais aceitável a uma pessoa da minha idade.
Porém, não posso ignorar tudo o que me diz, olho no espelho e detesto o que vejo, não sinto vontade de levantar da cama. Então faço tudo de maneira desleixada. 
Lembro-me do fato que me alimentava de migalhas de atenção para compensar um pouco  uma solidão que era minha única companhia  e muita vezes não me alimentava de maneira alguma. O vazio de dias sem comer era a unica coisa que me fazia sentir algo além de um total desperdício de oxigênio. 
Minha obsessão com meu peso e com comida tomaram anos da minha vida, vivia em mundo no qual meu valor era medido em kg. Agora, anos mais tarde eu ainda não estou bem, não consigo amar este corpo, como sempre isso vai além do corpo, o descontamento que sinto com meu corpo não é nada mais um reflexo do que sinto em outros aspectos da minha vida. Sempre insuficiente, eu me sinto cansada de tudo, principalmente de mim mesma. 


Beijss

PS: Vou responder as pessoas que comentaram no meus posts.
Fui relapsa em relação a isso.



quinta-feira, 10 de maio de 2018

Como ter certeza de um erro? Faça não só uma ou duas, mas três vezes...

Olá

Eu poderia dar uma lista de erros que eu cometi e repeti...

Alguns deles tem até nome e sobrenome hahaha

O que seria da vida sem uns guilty pleasures certo?

No restante diria que tudo continua na mesma, mesmo peso, mesmo habitos e a mesma mania de vir aqui só pra reclamar....

Enquanto escrevo esse post estou numa sala vazia, sozinha parece ser uma situação tão constante que é quase um marca minha.

Não se esqueça Mandy é só terça-feira perca as esperanças somente na quinta.

Porem não só de reclamação vive esta que vos escreve, um trabalho meu foi aprovado e  vou apresentar em um congresso, então... yay!!! 

Uma coisa eu aprendi foi 'se estrelinhas por pequenas conquistas' então eu mereço uma, acho eu.

Bom esse post ficou mais uma coleção de frases soltas do que um texto que faça sentido, mas é o que estava na minha mente hoje.

Beijss

quarta-feira, 25 de abril de 2018

Olá 

Why am I so disgusting? So ugly? Unworthy of being loved?

What's so wrong with me that nobody wants to be close?

It's the scars? My face? My body? 

I am just tired of being  alone all the fucking time. 

I need no one and everybody just leaves anyway. 

Broken people tend to stay broken there's no fixing that can put me whole again 

quarta-feira, 4 de abril de 2018

Rotina de existir

Ola

Tento escrever um post pra organizar meus pensamentos e sentimentos, mas não consigo porque não há muito sentido neles. Estou sem energia pra coisa alguma e ainda sim minha mente é atingida constantemente por ideias que não posso controlar.

A sensação de solidão é imensa tomando conta de minha vida. Não há ninguém e ao mesmo tempo há muitas pessoas a minha volta, a distancia é necessária para a segurança, porem me mantem isolada com meus anseios e dores.

Machucar-me continua sendo uma contante necessidade, um modo de lidar com as coisas. A exaustão entretanto me impede até mesmo de fazer isso, por vezes me pergunto se minha atuação é tão boa que é imperceptível minha incapacidade de lidar com o fato de eu estar viva, meu descontamento com meu corpo ou a infelicidade geral simplesmente por eu ser eu.

Sim, talvez eu não seja uma ótima atriz, mas sou talentosa em diminuir e fazer insignificante todos esses sentimentos e pensamentos.

Eu não sei como explicar, mas é parece que não estou vivendo e sim seguindo um roteiro de interpretação da vida humana normal por vezes penso que a dor é melhor que tudo isso.

Ainda sim continuo faço planos para um futuro quando na realidade não gostaria de estar aqui agora.

Afinal sufocar em sua própria existência é aceitável enquanto que acabar com tudo isso não.

Em cada silêncio, em cada risada, em cada "estou bem" cabem quantos pedidos de socorro?

segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018

better ache

Ola

Por que sempre que penso nos tempos das dietas malucas, dos NF e dos LF com saudade, com uma nostalgia que faz com que pareça que aquele era o melhor tempo de minha vida? Olho as fotos do meu corpo leio o que escrevia, vejo as cicatrizes diariamente no meu corpo, mas ainda sim sinto falta deste maldito controle que insiste ser o inalcançável objetivo da minha vida se eu não tiver nada ao menos eu tenho a Ana.

Patético.

Verdade seja dita eu sou boa eu me auto destruir, talvez até mesmo viciada...
Continuo sendo a mesma garotinha perdiada, me segurando em ancoras que na realidade não passam de areia movediça quando percebo estou afundando e quanto mais luto, mais rapidamente eu sou levada ao fundo.

Nada é interessante ou bom suficiente, apaticamente eu sigo meus dias com minha velha mascara e durante as noites deito em minha cama com os olhos fechados a mente cheia de devaneios que preenchem um vazio que antigamente era lugar de uma obsessão... EMAGRECER.

Beijss 

sexta-feira, 22 de setembro de 2017

Diariamente

Ola

Tento colocar meus sentimentos e pensamentos em um post e me vejo incapaz de articular um texto que descreva meu estado mental e emocional. Tudo é vazio e maçante. A vida é uma sequência de nadas repletos de coisas inúteis que usamos para nos distrair.
Eu queria que alguém enxergasse a mim e a verdade que me rodeia, mas estamos todos muitos preocupados em seguir enfrente. Acreditamos inocentemente que estamos indo a algum lugar...
Como eu consigo eu não sei, me surpreendo constantemente, porem me falta o que mais desejo... realizar essa farsa perfeitamente. Com graça e força... Se não veem minha alma que vejam meus ossos. Assim me aproximaria da Eu que tanto idealizo.




PS:  Meus dias se revezam em, me controlar e não comer quase nada e comer tanto que quero vomitar...
As vezes sinto falta da comunidade A/M... Dos grupos do face, comunidades e paginas...
Sai de tudo a uns 2 anos atrás. Porem me sinto tão sozinha, esse blog é um deserto e não tenho mais nenhuma das meninas no face. Mesmo quando eu fazia parte dos grupos já era isoladada, agora então....

BEIJSS

quarta-feira, 30 de agosto de 2017

Tentando me levantar

Ola

Hoje vou começar uma dieta, nada drástico somente pra eu me sentir um pouco mais leve, também vou beber muita água e somente água. Vamos ver se dou uma desinchada, dai depois de uma semana vou fazer detox. Dai quem sabe restrinja mais, porem por enquanto é isso.
Vou seguir isso juro a mim mesma, porque não estou aguentando me olhar no espelho.
Vou pedir demissão e só isso me da um alivio muito grande, o ambiente do trabalho me deixava mais ansiosa e deprimida, sei que parece loucura largar um emprego nesta atual economia, mas não estou bem e não vou me matar pra ganhar uma miséria.

Tirando isso tudo continua na mesma, me sinto mal, estou exausta, deprimida, baixa auto-estima etc, ou seja minha vida normal.

Preciso ir atras de terapia, só preciso de um lugar que faça atendimento de graça porque money nós não have e sus é aquela demora (muita demanda, pouco profissional etc), preciso ir logo e quem sabe também vou iniciar medicação, acho que preciso, sozinha não to dando conta, se é que já dei um dia.


Beijss