sexta-feira, 9 de setembro de 2016

Hoje...

Ola

Hoje depois de muito tempo senti minha pele coçar em um desejo incontrolável de me cortar.
Essa semana senti aquele vazio inigualável ao me acordar.
O estomago parece doente, em uma náusea sem fim.

E eu disse, NÃO!

Disse não, porem esse não. Não era auto controle era só a dura convicção de que não vale a pena, que não importa o quanto eu faça, não há sangue suficiente em mim mesma para fazer com que esse descontamento se vá. Meu corpo será o mesmo somente com mais marcas.

Pois amanhã acordarei com o mesmo vazio e com um mesmo enjoo. Talvez até mesmo com a mesma vontade de me auto mutilar... A verdade é conviverei com isso pra sempre. E nada irá mudar o fato de que para mim, existir é tarefa árdua, quase impossível.

Segue a vida. Segue o tempo. Segue os fantasmas.



Nenhum comentário:

Postar um comentário